Proteção solar para seu filho

Já vi muita mãe querendo saber quando pode passar protetor no filho. Busquei respostas:

É preciso entender que o produto se usado antes dos 6 meses é prejudicial, pois a pele é mais fina e pode haver intoxicação pelas substâncias químicas do produto.
Logo que vamos chegando perto do verão, tudo o que queremos é uma praia, piscina, mas surge a dúvida, e os bebês e crianças como ficam?
Para os especialistas o ideal é evitar a exposição ao sol ates do bebê completa 6 meses, pois é a partir daqui que é recomendado o uso do protetor solar.

 Alternativas:

Para estes bebês menos de 6 meses deve-se usar chapéus e roupas apropriadas, como as de algodão, linho, e de cores claras. O guarda-sol não oferece proteção adequada, pois, o reflexo do sol na areia e no piso da piscina também atinge a pele. As roupas não devem ficar coladas ao corpo para que o ar circule com facilidade.

Verão dentro de casa?

Não é necessário se trancar em casa com a criança para esperar as temperaturas baixarem, até porque o sol é essencial para a síntese de vitamina D, responsável pela absorção e fixação do cálcio. Pode-se ir aos poucos, 10 minutos diários de exposição, antes das 10 horas ou após as 16, são suficientes.  E depois a exposição pode ir aumentando gradativamente, até chegar a 30 minutos por dia. No início, recomenda-se manter apenas as pernas fora da área sombreada. Aos poucos, é bom expor, também, os braços e o tronco. A cabecinha deve se manter protegida.

Todo cuidado é pouco:

A ocorrência de bolhas e queimaduras graves durante a infância eleva o risco de câncer de pele na vida adulta. A superexposição aos raios também acelera o processo de envelhecimento da pele e o calor predispõe os pequenos a problemas como brotoejas e desidratação. Viajar de carros em dias muitos quentes, exige cuidados extra, ainda mais se o carro não possuir ar condicionado. É necessário fazer paradas frequentes e evitar a incidência da radiação no bebê, vestindo-o com roupas leves e oferecer bastante líquido a ele.

Hidratar sempre:
Assim como o corpo do adulto, o do bebê precisa permanecer hidratado, sendo este troca mais calor com o ambiente, o que acaba oferecendo um grande risco de desidratação. Em caso de mudanças comportamentais, como irritabilidade e apatia, podem ser sinais de que ele está desidratado e deve-se procurar ajuda profissional imediatamente. O corpo da criança costuma ter diferentes reações ao problema, tais como vômitos, diarreia, ausência de lágrimas durante o choro, afundamento da moleira, palidez, resfriamento dos pés e das mãos, ressecamento dos lábios e escurecimento da urina, que pode, ainda, apresentar odor forte. 

O primeiro protetor :

No segundo semestre de vida, as características da pele do bebê já se aproximam das do adulto. Chega então o momento de escolher qual protetor usar. Existem diversas marcas das versões infantis, que geralmente, não contêm substâncias com potencial alérgico, porém, é sempre bom checar o rótulo para se certificar de que o filtro é hipoalergênico.

Os protetores destinados à faixa etária de seis a 24 meses são os físicos, encontrados na forma de creme, e que formam uma verdadeira barreira contra a radiação. Depois dos 2 anos é recomendado o uso de filtros químicos. O fator de proteção solar – muitas vezes representado apenas pela sigla FPS – deve ser, de preferência, entre 30 e 50. O fator 15também é eficaz, sendo pra uma menor exposição ao sol e os demais recomendados para viagens de barco, por exemplo.
Vale destacar que, se o contato com a radiação for frequente ou prolongado, o produto tem que ser aplicado mesmo se a criança não estiver na praia ou na piscina.


Aplicação:
Deve-se passar pelo menos 30 minutos antes da exposição solar, ainda sem roupa, para que não restem áreas desprotegidas. Entre as partes do corpo que merecem maior atenção, estão a face, o tronco e os membros. Nãose esquecer das orelhas, do pescoço e do dorso das mãos e dos pés. Para os lábios é bom o protetor em bastão. A reaplicação precisa ser feita a cada hora ou quando houver longa permanência na água.

Mesmo que todas essas recomendações sejam seguidas à risca, os horários considerados mais seguros para o banho de sol têm que ser respeitados, já que o filtro não confere 100% de proteção à pele.
Aproveitem muito bem as férias de verão que estão chegando!!!
    Comente com sua conta Google
    Comente com sua conta Facebook

17 comentários:

  1. Ótima postagem amei e vou seguir algumas dicas mais antes vou consultar a pediatra do Renan já que ele é alergico.
    bjs ♥

    ResponderExcluir
  2. Não sou mãe , mas sou louca por crianças :):)
    retribuindo a visita . beijinhos e to seguindo ..
    http://bhulago.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. É isso ai, proteção sempre para a criança!
    Adorei o post..

    Beijocas,

    nossoglamour.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. E QUE VENHAM AS FÉRIAS!
    VALERAM AS DICAS, AMIGA ROBERTA. VOCÊ SE SUPERA A CADA PARTICIPAÇÃO NOS MAIS VARIADOS BLOGS. ESTOU TE ACOMPANHANDO E APRENDENDO BASTANTE!

    ResponderExcluir
  5. Proteção é essencial em qualquer fase de nossas vidas!

    beijos
    blogagendafashion.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Adorei as dicas Roberta. Aqui em casa sempre rola protetor, como ele é muito branquinho, já fica vermelho com protetor, sem então... Bjs
    Vivi e Isaac
    http://isaacparasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ótimas dicas! realmente precisamos tomar mt cuidado com a pele do nosso bebê, hidratar bastante, dar água, água de coco pra q o passeio seja bom e agradável. Parabéns pelo post, bjs
    http://cphilene.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Post muito informativo e importante!
    Todo cuidado é pouco!
    Quero levar meu bebê a praia ano que vem e é sempre bom ter informações de como cuidar dele melhor.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Eu não vivo sem protetor solar. Imagina a pele de uma criança que é fininha e sensivel... é muito importante proteger mesmo. Boa dica!

    http://cindereladementira.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/CinderelaDeMentira

    ResponderExcluir
  10. Realmente é muito importante , se a nossa pele é sensível aos raios , imagina de um nenem ?
    Muito útil a postagem
    Já estou te seguindo,se gostar do meu blog e quiser retribuir vou adorar :)

    http://claudiniz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Hi  I find your blog amazing :) so i'm following you now :) mind checking my blog? It would be really nice if you could follow me back :) thanks a bunch!!!
    x♥x♥
    The Girl with the Muji Hat

    ResponderExcluir
  12. Hi darlin! Just found your blog and am following you now on GFC #489! Check out my blog if you'd like! Thanks:)!

    Rita @ www.CoastWithMe.com

    ResponderExcluir
  13. Oi flor!!!Vim retribuir a visitinha que fizeste ao meu cantinho.Amei o blog e já estou seguindo,mas como já expliquei lá no grupo não tenho foto de seguidora e meu nome fica lá no final da lista.Adorei esse post sobre proteção solar para os pequenos.Muito interessante!!!

    Bjos!!!

    eelatemborogodo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi flor, obrigado pela visita. Foi um prazer conhecer seu cantinho, já estou seguindo! Beijão <3
    http://babadolouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Adoramos o seu post,maravilhoso,estamos sempre conferindo as novidades.
    Beijos da Glorinha.
    Recomendamos seu blog no G+1
    http://sbrincos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oii , tem uma TAG pra você no meu blog
    espero que goste =)


    claudiniz.blogspot.com.br

    beeijos

    ResponderExcluir

A sua opinião é super importante para desenvolvimento e ânimo deste blog.
Comente :)